EventosnoBrasil

Território corpo, território terra: oficinação feminista

EndereçoRua Camerino
MunicípioRio de Janeiro
LugarJardim Suspenso do Valongo
Brasil @ (BR)
De19/04/2018
A28/04/2018
Horas18:30
CategoriaEventos
Facebook

Rua Camerino
Rio de Janeiro
Jardim Suspenso do Valongo
Brasil @ (BR)
Tel 2018-04-19
Categoria Eventos


Uma filósofa da ciência certa vez escreveu que o lugar de marginalidade que ocupava dentro de um departamento de ciências exatas, por ser mulher, era o que a permitia abrir fissuras no pensamento instituído, borrar fronteiras disciplinares, criar outras possibilidades de pesquisa e produzir novas perguntas. Há um risco, aí. O risco de não ser levada a sério, de ser ridicularizada e não galgar cargos de prestígio na universidade. Porém, junto com todo risco, há também a ousadia dos estardalhaços que fazem irromper o novo. Idealizamos esta oficina assumindo o risco de habitar algumas zonas fronteiriças e desejosas de produzir ruídos. Somos mulheres brancas com formação em antropologia e isso constitui nossa perspectiva sobre o mundo e a vida. Escolhemos, contudo, criar espaços para além da universidade em nossas proposições, com vistas a compor com outros territórios, outros sujeitos encarnados e saberes localizados.


Somos feministas, interessadas em estabelecer um diálogo profundo com os Feminismos Pós-coloniais, Ecofeminismo e Feminismo Comunitário e em percorrer ideias e ações mobilizadas por movimentos de mulheres que não necessariamente se afirmam feministas. Acreditamos que é preciso desacelerar o pensamento e acionar outras formas de conexões: “é preciso conhecer com o arrepio”, nos ensinou uma sábia kilombola. Levamos a sério essa proposta para repensar em nossas vidas o próprio feminismo. Uma oficina que mescla proposições performáticas, materialidades, imagens e leituras, pautada sobretudo nas trajetórias das mulheres que escolheram embarcar conosco nesta experimentação. Nossos corpos são territórios transbordantes de potências vitais e de resistência.

Eles são, sobretudo, a matéria-prima dos nossos encontros. Mas nossos territórios-corpos não existem sem territórios-terras, relações com os espaços e seres, com as vidas que pulsam ao nosso redor, que nos atravessam e com as quais compomos mundos. Assim entendemos o que é ecologia e é nessa perspectiva que localizamos a luta anti-capitalista, anti-patriarcal e contra-colonizadora. Partilhas coletivas e conhecimentos sobre experiências de resistências de mulheres no mundo – indígenas, negras, quilombolas, curdas, islâmicas, africanas, indianas, bruxas brancas – compõem nossa proposta de trabalho. Nosso intuito é torná-los instrumentos de ações políticas concretas e localizadas. Nos propondo à ação, pensamos em fazer desta oficina um espaço a ser criado e desenvolvido coletivamente ao longo de nossos encontros.

Gostaríamos de acordar com vocês o mesmo que foi acordado entre as que participaram do encontro de mulheres organizado em território zapatista este ano. Nas palavras da Insurgenta Erika e em memória a todas de nós que foram caladas, dizimadas, massacradas e tombadas em combate: “acordamos vivir, y como para nosotras vivir es luchar, pues acordamos luchar cada quien según su modo, su lugar y su tiempo”. Que juntas possamos criar um encontro de afirmação da vida. Encontros: 1 – Materialidades mediadoras e constelações de afeto 2 - Saber Pisar 3 - Cura e cuidado como resistência 4 - Corpo-terra que age 5 - Processo de criação I 6 - Processo de criação II 7 - Ação 8 - Roda de partilha Datas e horários: 19, 20 e 21 de abril 26, 27, 28 de abril 03 e 04 de maio (quinta e sexta 18:30h às 21:30h; sábado 10h às 13h) Local: Centro Cultural Pequena África Jardim Suspenso do Valongo - Rua Camerino s/n, Centro Histórico, Rio de Janeiro Serão 15 vagas ofertadas.

Valores: R$ 175,00 - acessível R$ 230,00 - justo R$ 290,00 - abundante * Se o valor for impeditivo à participação, entre em contato conosco. Inscrições e contato: [email protected] Facilitadoras: Damiana Bregalda e Luiza Flores com a participação de Mãe Celina de Xangô.

Comments
Que evento potente, Dami. Parabéns pelo trabalho. Se tivesse no Rio, certamente participaria. Vou divulgar para amigas daí. Um beijo grande e muita energia feminista pra este lindo encontro :)
Que coisa maise necessária, Dami. Pena que tenho outros cursos nestas datas... Mas se tiver outra edição, quero mergulhar com vocês. :)
Orgulho de vc amiga . . Que seja um sucesso. E que tenha a vibração de luz que vc emana.
Nos ajudem a divulgar.



Home Page - Privacy Sitemap Copyright © 2018 EventosnoBrasil.net

C3-M